Este Fórum reúne respostas a perguntas formuladas por pacientes consumidores de planos de saúde, acometidos por doenças graves.

Tags: direito saude cancer direitos remedio medicamento protese reajuste liminar ortese
15/12/2011 20:58
De: andreia machado batista
IP: 189.78.191.75

Re: HOME CARE

minha mãe está internada ha 5 meses e é a quarta vez q vai p/ uti por causa de infecção hospitalar.O
convenio tem negado home care p/ ela.Já tiveram esse serviço mas suspenderam.Faz 7 anos q minha mãe está acamada, o q faço??
07/06/2011 17:04
De: paulo ricardo correa
IP: 187.36.2.121

Re: Como conseguir cirurga de prótese de quadril pelo sus??

minha mãe tem 54 anos ja fez duas cirugias de quadri e ultimamente tem sofrido  com dores cronicas em toda a perna .somos de porto alegre e gostaria de saber o  q faço para conseguir uma cirurgia para minha mãe. dizendo q ultimamente todos os medicos dizem q ela deve procurar o hospital em q ela fez a cirurgia , mas acontece q esse hospital ñ existe mais .aguardo resposta muito obrigado
15/04/2011 11:38
De: Angela Magna
IP: 177.17.119.111

Re: Home care

Bom dia! Gostaria de saber sobre os direito de uma pessoa com Parkinson, que fica em cadeira e rodas. Quais os direitos a atendimento de home care, coberto pelo plano saúde Bradesco. A situação dela pode ser avaliada por uma equipe ou laudo médico.
Aguardo seu retorno.
Grata
Angela Magna
04/11/2009 21:33
De: carlos mazzaferro
IP: 189.6.216.159

Planos de saúde

Se os seus direitos não estão sendo respeitados pelo seu plano de saúde, agende uma consulta conosco através dos telefones (51) 9121-6705 / (51) 30280468 ou entre em contato pelo e-mail mazzaferroadv@gmail.com . Juntos encontraremos a melhor solução para você.
Alguns exemplos de problemas que você pode estar enfrentando, passíveis de solução:
limite de tempo de internação;
negativa de cobertura (quimioterapia, próteses e outros);
reajuste em razão da idade (maiores de 60 anos);
exigência de carência para pacientes que migraram de plano;

No dia 04/11/09 foi noticiado através do Site Espaço Vital que obtivemos judicialmente, através de liminar, a proibição de a Unimed negar cobertura à segurada grávida sob a alegação ser necessário novo período de carência.
Segue a íntegra da notícia abaixo.
Atenciosamente,
Carlos Mazzaferro
OAB/RS 54.615
Grávida obtém a suspensão de exigência de nova carência para a cobertura do parto (04.11.09)

Liminar concedida em ação ordinária de cumprimento de contrato cumulada com pedido de reparação de danos morais movida contra Unimed Porto Alegre - que estava exigindo novo período de carência - deferiu a imediata cobertura das despesas médico hospitalares derivadas da gestação de Caterine de Campos Etchebest, que já contava com oito meses de gravidez.
Caterine era beneficiária segurada do plano de saúde empresarial da Unimed desde 2005. A partir de sua despedida (27/02/2009 - sexta-feira), ela não pode mais contar com o plano.
Seu esposo, Marcelo Campos da Fonseca, também autor na ação, requereu então a inclusão da esposa como beneficiária em seu plano de saúde - também empresarial da Unimed - em 02/03/2009 (primeira segunda-feira depois da exclusão de Caterine).
Caterine somente constatou a gravidez em abril, porém foi grande a surpresa ao saber que não seriam cobertas as despesas relativas à gestação, incluindo exames e o próprio parto, sob a alegação de que teria que cumprir novo período de carência em razão da migração de plano.  
Preocupados com o fato de que o parto mais barato custaria R$ 8.000,00, Caterine e Marcelo buscaram as vias administrativas para solucionar o impasse, mas não tiveram sucesso. Restou ao casal buscar o Judiciário, tendo ingressado com a ação em 20 de outubro.
O juiz Murilo Magalhães Castro Filho, da 6ª Vara Cível de Porto Alegre deferiu o pedido de antecipação de tutela para determinar que a Unimed Porto Alegre cubra as despesas derivadas da gestação de Caterine, vedando a negativa em razão da alegada carência.
Em nome do casal atuam os advogados Darcy Consalter e Carlos Augusto Palma Mazzaferro. (Proc. nº 10902948451).
29/07/2010 15:43
De: Fernando ASntnio Castro da Silva
IP: 189.87.67.9

Cirurgia do Quadril

tenho 49 anos de idade, e sou aposentado pelo INSS por invalidez Previdenciária, gostaria de saber como conseguir fazer a cirurgia com protese de qualidade pelo INSS.
25/11/2009 23:32
De: Cristiana (cristianawe@terra.com.br)
IP: 201.14.159.113

Adesão a plano não regulamentado

Tenho plano Unimed regulamentado como ex empregado, mas este vence em 31/12/09, qdo tenho que fazer outro.
A empresa que estou trabalhando agora tem somente plano não regulamentado, Uniplan, e não tem interesse em migrar para outro plano.
Gostaria de saber se eu fizer adesão a esse plano não regulamentado, eles podem deixar de cobrir procedimentos? Por exemplo a operadora falou que nesse caso, não tenho direito a ortese e protese, algumas cirurgias cardiacas, cirurgia miopia e catarata, etc, além de limitar, exames, fisioterapias etc
16/01/2012 10:30
De: tarcisio agostinho matias
IP: 186.214.70.22

Re: Re: Re: Como conseguir cirurga de prótese de quadril pelo sus??

minha história no ano de dois mil e oito após descubrir que estava com problema no quadril direito através do posto de saúde do feital corri para o hospital heliópoles na tentativa de fasêr por ali a cirurgia porém fui decepicionado pois andei por vários lugares e não conssegui nada todo lugar que eu ia disiam que aqui não fazemos  fquei fasendo papel de bobo umilhado por todos sofri muito e sofro até hoje dores que so deus sabe sem poder ficar de pé e nem sentado fui umilhado nos hospitais heliopoles ,hospital ypiranga, no hospital são paulo e até na secretaría da saude de são paulo pois ninguem fes nada ai me obriguei a permanecer no hospital mário covas numa fila interminavel tentei argumentar com o meu medico e ele medisse que eu teria que esperár pois a protese custa muito cara não tive outro jeito coloquei nas mão de deus e me aquetei pois nem chorndo de dor a sencibilidade de niguem fasem pou dagente esse é o poder publico de hoje são os nossos puliticos que nós elejemos e quando estamos morrendo ninguem literament ninguem liga para nós somos obrigados a andar arrastando uma perna para locomover e aguentar umilhação de pessoas de motoristas que não nos respeitam hoje ninguem respeita a ninguem é LAMENTAVEL, DEVO PASSAR NO MEDICO DO HOSPITAL MÁRIO COVAS PRA VER PRA QUANDO SERÁ MARCADA A
CIRURGIA SE VOCE SABE O QUE É SOFRE ME AJUDEM POR FAVOR OU MELHOR PELO AMOR DEUS
SE QUE VOCÊS ACREDITAM NELE EU ESTOU MUITO TRISTE  DEPOIS  DE TRABALHAR MUITO DIA E
NOITE  MUITAS VESE SEM DORMIR DIREITO TER QUE PASSAR POR ISSO NO FIM DA VIDA EU
AGRADECE A ATENÇÃO RECEBIDA E PEÇO DISCULPA MAIS PRECISAVA ME DESABAFAR E MITO
DIFICIL GENTE SÓ EU SEI    E DEUS O QUANTO EU SOFRO MUITO OBRIGADO
02/03/2012 09:48
De: claudia
IP: 177.19.103.195

Unimed q cancelar plano empresa

em 2011 minha filha vez uma cirurgia cabeça pela unimed, plano empresa . a unimed cubriu tudo agora ela q cancelar por custos altos, so q minha filha pegou uma infeççao unimed , por isso passou tanto tempo, a cirurgia foi um sucesso, mas ficou mais de 20 dias por causa infeççao. e tenho todos os exames e laudo dela quando esteve hospitalizada. pode cancelar por dar custo alto . espero retorno
20/01/2010 14:55
De: ANA PAULA
IP: 200.148.232.152

STENDI

MEU PAI IDOSO DE 72 ANOS NESCESSITOU DE UMA FAZAE UM CATETERISMO COMO NAO TEVE SUCESSO NESCESSITOU DE ANGIOPLASTIA E O CONVENIO SE NEGA A PAGAR  ENFIM PAGAMOS EM 4X E PEDIMOS PARA O CINVENIO RESSARCIR POI NO DIA NAO TINHAMOS SAIDA ERA VIDA OU MORTE AGORA ELES ALEGAM QUE NAO ESTA NO CONTRATO  SENDO QUE JA TIVEMOS INFORMACAO  QUE SE NESCESSIDADE DE CIRURGIA COMO ESSA POR QUE O PRIMORDIAL E A PROTESE POR QUE NAO CUBRIR  CONCLUI ASSIM QUE ENTAO NAO HAVERIA A  A NESCESSIDADE DE CORRER O RISCO CIRURGICO  , ENTENDO ENTAO QUE A ANGIOPLASTIA NADA MAIS E QUE A COLOCACAO DE PROTESE OU MELHOR DO STENDI   QUE ELES NEGAM A PAGAR
SERA QUE ISSO E CORRETO?
24/07/2011 20:47
De: Luciana
IP: 187.43.218.22

HOME CARE

Olá minha mãe tem 71 anos e plano de saúde da medial, ela está internada a dois meses no hospital do convênio, ela tem mal de alzheimer, foi internada pois os ruins dela não estão funcionando, está dependendo de hemodiálise 3 vezes por semana, a saúde dela está bem delicada, está com traqueostomia, e é totalmente dependente de cuidados. Antes da internação, os filhos optaram por cuidados mais específicos em uma casa de repouso. Os medicos do hospital querem dar alta médica e disseram que o serviço de home care nao atende sem ser na própria casa do paciente. Será que consigo atraves da justiça o direito ao home care mesmo sendo em uma casa de repouso. Lembrando que a casa de repouso atual não tem toda infra-estrutura necessária para os cuidados que ela necessita. Existe alguma liminar na justiça para conseguir estes cuidados para mim mae?
Por favor aguardo resposta, pois não sei o que fazer....
Seu IP: 18.204.55.168 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)