SENHORES USUÁRIOS, INFELIZMENTE, O SITE NÃO ACEITA MAIS NOSSAS POSTAGENS E RETORNA MENSAGENS DE ERRO. EM RAZÃO DISSO, MUITOS PACIENTES NÃO TÊM RECEBIDO A ORIENTAÇÃO DE QUE TANTO NECESSITAM. JÁ CONTATAMOS OS TÉCNICOS DA EMPRESA RESPONSÁVEL, MAS ELES NÃO PUDERAM SOLUCIONAR O PROBLEMA. POR ESTE MOTIVO, ESTAMOS MUDANDO DE SITE. INFORMAREMOS O ENDEREÇO, ASSIM QUE O NOSSO NOVO FORUM ESTIVER NO AR. PEDIMOS DESCULPAS A TODOS. Paulo Benevento. Diretor jurídico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo.

Tags: direito cancer direitos
06/04/2009 19:38
De: Claudemiro Santos Souza
IP: 200.184.156.66

Tarceva 150mg

Como posso conseguir o medicamento Tarceva 150mg. É muito caro e não tenho como comprar.  O tratamento está sendo feito na rede particular e o plano de saúde não cobre este procedimento.
23/04/2009 13:10
De: Paulo Benevento (paulobenevento@aasp.org.br)
IP: 201.26.114.111

Re: Aposentadoria

Olá, Maria Menezes.
Ela não tem direito à aposentadoria, mas talvez tenha direito ao benefício de prestação continuada, no valor de um salário mínimo mensal.
Amparo Assistencial ao Idoso e ao Deficiente (LOAS - Lei Orgânica de Assistência Social).
O que é amparo assistencial ao idoso e ao deficiente?
De acordo com a lei, é o benefício que garante um salário mínimo mensal ao idoso, que não exerça atividade remunerada, e ao portador de deficiência incapacitado para o trabalho e para uma vida independente. Para obtenção do referido benefício, outro critério fundamental é de que a renda familiar, dividida pelo número destes, seja inferior a ¼ (um quarto) do salário mínimo. Esse cálculo considera o número de pessoas que vivem no mesmo domicílio: o cônjuge, o (a) companheiro(a), os pais, os filhos e irmãos não emancipados de qualquer condição, menores de 21 anos ou inválidos. O critério de renda caracteriza a impossibilidade do paciente e de sua família de garantir seu sustento.
O paciente de câncer possui direito ao amparo assistencial?
O paciente de câncer tem direito ao benefício desde que se enquadre nos critérios de idade, de renda ou na condição de deficiência descritos acima. Nos casos em que o paciente sofra de doença em estágio avançado, ou sofra conseqüências de seqüelas irreversíveis do tratamento oncológico, pode-se também recorrer ao benefício, desde que haja uma implicação do seu estado de saúde na incapacidade para o trabalho e nos atos da vida independente. O requerente também não pode estar vinculado a nenhum regime de previdência social ou receber quaisquer benefícios. Mesmo quando internados, tanto o idoso como o deficiente possuem direitos ao benefício. O amparo assistencial é intransferível, não gerando direito à pensão a herdeiros ou sucessores. O beneficiário não recebe 13º salário.
Como fazer para conseguir o benefício?
Para solicitar o benefício, o paciente deve fazer exame médico pericial no INSS e conseguir o Laudo Médico que comprove sua deficiência. Também deverá encaminhar um requerimento à Agência da Previdência Social com a apresentação dos seguintes documentos:
1. Número de identificação do trabalhador - NIT (PIS/PASEP) ou número de inscrição do Contribuinte Individual/Doméstico/Facultativo/Trabalhador Rural;
2. Documento de Identificação do requerente (Carteira de Identidade e/ou Carteira de Trabalho e Previdência Social);
3. Cadastro de Pessoa Física (CPF) do requerente, se tiver;
4. Certidão de Nascimento ou Casamento;
5. Certidão de Óbito do esposo(a) falecido(a), se o requerente for viúvo(a);
6. Comprovante de rendimentos dos membros do grupo familiar;
7. Curatela, quando maior de 21 anos e incapaz para a prática dos atos da vida civil;
8. Tutela, no caso de menores de 21 anos filhos de pais falecidos ou desaparecidos;
Formulários:
Requerimento de Benefício Assistencial - Lei 8.742/93;
Declaração sobre a Composição do Grupo e da Renda Familiar do Idoso e da Pessoa Portadora de Deficiência;
Procuração (se for o caso), acompanhada de identificação do procurador.
Qual é a duração do benefício?
A renda mensal deverá ser revista a cada dois anos. Depois desse período de tempo serão avaliadas as condições do doente para comprovar se ele permanece na mesma situação de quando foi concedido o benefício. O pagamento do benefício cessa no momento em que ocorrer a recuperação da capacidade de trabalho ou em caso de morte do beneficiário. Os dependentes não têm direito de requerer o benefício de pensão por morte.
Para mais informações ligue para o PREVFone (0800 78 0191)
Fonte: Previdência Social.
31/03/2009 13:29
De: Paulo Benevento
IP: 201.74.30.216

IMPORTANTE

Este forum tem o objetivo único e exclusivo de orientar PACIENTES ACOMETIDOS PELO CÂNCER, QUANTO AOS SEUS DIREITOS. Embora saibamos da relevância de muitas perguntas aqui postadas, não podemos nos desviar do intuito de orientar juridicamente os pacientes oncológicos, sob pena de, pretendendo responder a todo e qualquer questionamento, deixarmos de fazer aquilo a que, realmente, nos propusemos.
Atenciosamente,
Paulo Benevento.
Diretor Jurídico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo.
08/04/2009 09:19
De: priscila miranda
IP: 189.7.188.157

Retorno ao trabalho

Olá!Estou vvendo um drama na minha vida achei que já tinha passado pelo pior mais vejo que ainda não.Recebia o benefício do inss o tal auxílio doença por 20 meses recentemente fui fazer a perícia médica e o médico perito me negou o auxílio,até tudo bem,pois me sinto bem para o retorno no trabalho,mais quando fui fazer o exame de retorno pela empresa o médico me deu inapto ao retorno ao trabalho, retornei então a uma nova perícia pelo inss e lá continuaram me negando o benefício,agora estou sem retornar ao trabalho e sem o meu benefício,estou desesperada pois fiquei sem salário,fui  buscar uma orientação com advogado o mesmo me informou que com o inss certamente já é causa perdida já que estou bem para o retorno,tenho esperança agora de retornar ao trabalho pois o exame de retorno tem uma validade de 30 dias acho,mais só vou poder fazer um novo exame daqui 30 dias e assim vou ficando sem receber,o que eu faço?Entro com uma contra a loja?ou espero este exame de novo?Me ajudem por favor
11/07/2009 00:16
De: Polyana Alves Mendes
IP: 189.83.97.210

Re: Tenho diabetis preciso de um pancreas novo pois nao tenho

OLÁ,TENHO DIABETES  HÁ 2 ANOS...
QUERO MUITO IR PRA FILA DE ESPERA POR UM PÂNCRIAS NOVO,TENHO APENAS 15 ANOS, DESDE QUE DESCOBRIR,NÃO CONSIGO MAIS VIVER DIREITO,TEM VAZ QUE ESTOU BEM, MAS TEM VEZ QUE ESTOU EM UMA TRIATEZA SEM FIM...
TOMO INSULINA TOSOD OS DIAS,DUAS VEZES AO DIA...
QUERO PEDIR POR FAVOR Q VOCÊS ENTREM EM CONTATO COMIGO,
POIS TENHO FÉ EM DEUS,QUE UM DIA VOU CONSEGUIR ME CURAR,TENHO FÉ EM DEUS
QUE SEREI UMA DAS PRIVILÉGIADAS POR UM ÓRGÃO NOVO...
MEU TELEFONE DE CONTATO É:(032)3532-8720 OU (032)8888-0451..
POR FAVOR SE RECEBEREM ESSA MENSAGEM ENTERM EM CONTATO COMIGO,POIS ISSO É MUITO
IMPIORTANTE PRA MIM!!!!!!!!
20/04/2009 01:33
De: silvana galhardo da silva (silvanagalhardo.sil@hotmail.com)
IP: 201.10.86.181

Re: Cancer de mama: duvida sobre direitos

Ola, Fiz uma cirurgia para retirada da mama direita e esvaziamento da axila, a seis anos, tenho muita dor no braço. Estou desempregada a muito tempo e os orgaos publicos dizem que eu nao tenho direito a aposentadoria por invalidez, por favor gostaria de saber se isso e verdade. tenho 46 anos, sou separada e nao tenho nenhuma renda... se possivel me orientar como devo proceder. Obrigada pela compreensao.
13/04/2009 18:20
De: celia da silva coutinho
IP: 189.18.107.20

Cancer do pulmao

Boa noite , a duas semanas o meu pai está internado, ele fez uma tomografia e ficou constatado que ele tem cancer no pulmão , gostaria de saber se tem alguma dieta especifica , ele recebeu alta hoje pois o hospital não tem recurso , encaminharam ele para o hospital São Paulo , ele tem 68 anos  estamos mutio preocupada pois não sabemos nada sobre essa doença , ele reclama de muita dor no braço e no peito é normal ???  , fico aguardando uma orientação , desde já obrigada .
Célia
03/05/2009 14:02
De: ELAINE DE FATIMA R. IUNGE (psalatiel@yahoo.com.br)
IP: 189.72.2.200

FIES

FIZ MASTECTOMIA DO SEIO ESQ. (CANCER MALIG. ). TERMINEI A FACULDADE E AGORA TENHO Q PG O RESTANTE DO FINANCIAMENTO FIES. SERÁ Q TENHO ALGUM DIREITO A DESCONTO.A MINHA BOLSA ERA DE 50%
18/03/2009 13:37
De: Lilian
IP: 201.26.39.95

Direito a sacar FGTS

Olá Dr. minhe mão teve cancêr de mama recentemente e está afastada pelo INSS, eu trabalho e sou registrada, gostaria de saber se eu como filha posso sacar meu Fundo de Garantia?
Obrigada pela atenção.
11/04/2009 20:52
De: joaquina affonso
IP: 201.43.72.14

Cancer, devolução de imposto de renda

Prezado senhor, boa noite!
Meu marido faleceu em 2008, apos fazer uma cirurgia para retirar mais um tumor na supra renal (ele já havia retirado um no intestino em 2007) deu metastese.
Ele foi internado para essa cirurgia particular na santa casa de Santos, iria ficar entre 6 e 10 dias, mas ficou  desde 24/3/08 até 04/06/08, quando veio a falecer , foi muito dolorido também para mim pois moro no guarujá e ia todos os dias para visitana UTI da SCSantos.
Foi pago uma execuçao trabalhista nesse ano, que já havia ha quase 16 anos.
Pergunto:As despesas desse tempo , entre cirurgia até a morte dele na Santa Casa de Santos, com médicos ,UTI, internação,exames gerais, remédios, etc...Pode ser descontado integralmente ou parcial essAS despesas? pois fiquei com muitas dividas.
Pois sei que portadores de Cancer tem uma lei diferente se não me engano.
Muito obrigado.
Joaquina affonso
Por favor responda para meu e-mail
29/04/2009 15:55
De: Maria
IP: 189.48.60.107

DIREITOS A 50% QUITAÇÃO DO IMÓVEL


Boa Tarde! Só para lembrar o senhor em 1994 tive câncer de mama e fiz Mastectomia Bilateral. Meu marido em 1991, fez um financiamento no Banco ITAÚ para comprarmos nossa casa. Em 1994 descobri o câncer de mama como já relatei por e-mail ao senhor . Até o ano de 2007, ele ainda pagava as prestações, como ele estava desempregado a vários anos, tivemos que vende-la.  . Se o imóvel financiado foi comprado antes da doença, o mesmo teria quitação de 50%. Ou meu marido só
teria estes 50% de quitação se fosse comprovado que eu ajudava a pagar as prestações. Eu sei é que vendemos a casa o dinheiro já acabou a muito tempo e o restante da dívida que ainda restava foi pago antecipadamente para podermos ter o bem quitado,condição primordial para que pudéssemos efetuar a operação de venda. Então é isto eu só queria saber se eu tenho algum direito sobre estes 50%, pois com eles meu marido teria feito uma venda melhor. Entramos em contato com o ITAU na época e nos foi informado que não sabiam dessa informação de Financiamento imobiliário – Quitação do Saldo. E
mesmo já tendo vendido o imóvel, se tenho direito e o que devo fazer. Obrigada aguardo retorno. o o imóvel, se tenho direito e o que devo fazer. Obrigada aguardo retorno.
Seu IP: 18.207.240.35 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)