SENHORES USUÁRIOS, INFELIZMENTE, O SITE NÃO ACEITA MAIS NOSSAS POSTAGENS E RETORNA MENSAGENS DE ERRO. EM RAZÃO DISSO, MUITOS PACIENTES NÃO TÊM RECEBIDO A ORIENTAÇÃO DE QUE TANTO NECESSITAM. JÁ CONTATAMOS OS TÉCNICOS DA EMPRESA RESPONSÁVEL, MAS ELES NÃO PUDERAM SOLUCIONAR O PROBLEMA. POR ESTE MOTIVO, ESTAMOS MUDANDO DE SITE. INFORMAREMOS O ENDEREÇO, ASSIM QUE O NOSSO NOVO FORUM ESTIVER NO AR. PEDIMOS DESCULPAS A TODOS. Paulo Benevento. Diretor jurídico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo.

Tags: direito cancer direitos
06/09/2009 15:30
De: Paulo Benevento (contato@paulobenevento.com)
IP: 201.74.30.216

Re: Temodal

Suely,
Sua pergunta foi respondida. Acesse o Guia oncológico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo e assista ao vídeo 004:
http://onco-sp.blogspot.com/search/label/Forum:%20respostas%20em%20vídeo Atenciosamente,
Paulo Benevento
Advogado Sanitarista
Diretor da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo Diretor da Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano do Sul Presidente da Comissão de Desenvolvimento de Políticas Públicas para o Combate aoCâncer da OAB/SP - SBC - Comissão Lair Jung Dias.
05/04/2009 18:18
De: Flaviana (flavianamb@hotmail.com)
IP: 189.17.84.166

Plano de saúde

Olá,
Minha mãe foi diagnosticada com neoplasia de reto, após dar entrada no hospital através da urgencia, realizou a cirurgia 2 semana depois. Seu plano tem cobertura local, embora tenhamos conhecimento de que o centro de tratamento de melhor referência na região é no estado vizinho, pretendemos fazer o upgrade do contrato e mudar para a cobertura nacional, para que ela possa ter direito ao atendimento no outro estado. de acordo com a nova lei de portabilidade de carências de plano de saúde que entrou em vigor este mês existe algum impediento para que o plano faça esse upgrade sem exigir a carência, ja que ela é cliente desde 2006?
18/03/2009 13:37
De: Lilian
IP: 201.26.39.95

Direito a sacar FGTS

Olá Dr. minhe mão teve cancêr de mama recentemente e está afastada pelo INSS, eu trabalho e sou registrada, gostaria de saber se eu como filha posso sacar meu Fundo de Garantia?
Obrigada pela atenção.
15/08/2009 22:04
De: roseli diamante de oliveira
IP: 201.76.53.103

Direitos

oi a 2 anos faço tratamento de cancer de mama,fiz cirurgia e esvaziei as axilas e todos os outros processos hoje estou de licença do meu trabalho e com decorençia do tratamento estou com dois iptu atrsado.gostarioa de saber se eu posso entrar com recursos na prefeitura p/ não pagar o iptu e o que eu devo fazer...tambem gostaria de saber como eu faço o tratamento fora do estado por opção minha pois tem o tratamento no meu estado mais eu sinto mais confiança em fazer fora,gostaria de saber se tenho direito a ajuda de custo[passagem e estadia]e o que eu devo fazer....obrigada aguardo resposta.
22/04/2009 18:17
De: elaine
IP: 201.3.85.59

Direitos

oi,por favor gostaria de saber quais são os direitos de uma pessoa portadora de cancer,meu pai é motorista de onibus ja esta quaze p se aposentar mas ja faz 4 meses q foi diagnosticado o cancer só agora conseguiu se afastar,e sobre os remedios  ele ate agora n conseguiu os medicamentos no posto de saude pelo governo,estamos comprando.e sobre os beneficios q ele tem direito para ajudar com as despesa.ja temtamos de tudo de um lugar eles passa p outro.gostaria de saber como faço p ir na pessoa certa nos n sabemos mais oq fazer.desde ja fico grata
13/07/2009 09:47
De: Fabiano Castro
IP: 129.222.50.21

Upgrade plano médico

Dr. Paulo, uma pessoa diagnosticada com câncer que é portadora do plano básico de uma operadora de plano de sáude e deseja efetuar um upgrade no plano, obtendo um mais amplo e com  maior cobertura, deve cumprir carência? Se não for necessário, qual o fundamento legal? Obrigado. Fabiano
08/04/2009 09:19
De: priscila miranda
IP: 189.7.188.157

Retorno ao trabalho

Olá!Estou vvendo um drama na minha vida achei que já tinha passado pelo pior mais vejo que ainda não.Recebia o benefício do inss o tal auxílio doença por 20 meses recentemente fui fazer a perícia médica e o médico perito me negou o auxílio,até tudo bem,pois me sinto bem para o retorno no trabalho,mais quando fui fazer o exame de retorno pela empresa o médico me deu inapto ao retorno ao trabalho, retornei então a uma nova perícia pelo inss e lá continuaram me negando o benefício,agora estou sem retornar ao trabalho e sem o meu benefício,estou desesperada pois fiquei sem salário,fui  buscar uma orientação com advogado o mesmo me informou que com o inss certamente já é causa perdida já que estou bem para o retorno,tenho esperança agora de retornar ao trabalho pois o exame de retorno tem uma validade de 30 dias acho,mais só vou poder fazer um novo exame daqui 30 dias e assim vou ficando sem receber,o que eu faço?Entro com uma contra a loja?ou espero este exame de novo?Me ajudem por favor
16/03/2009 18:51
De: Paulo Benevento
IP: 201.27.73.162

Re: Dúvida

Olá, Jacqueline,
Este forum é administrado pelo Departamento Jurídico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo. Só respondemos a perguntas sobre os direitos dos pacientes, pois esta é a nossa especialidade. Sua pergunta pode e deve ser endereçada a um médico mastologista.
Atenciosamente,
Paulo Benevento.
 
13/04/2009 18:20
De: celia da silva coutinho
IP: 189.18.107.20

Cancer do pulmao

Boa noite , a duas semanas o meu pai está internado, ele fez uma tomografia e ficou constatado que ele tem cancer no pulmão , gostaria de saber se tem alguma dieta especifica , ele recebeu alta hoje pois o hospital não tem recurso , encaminharam ele para o hospital São Paulo , ele tem 68 anos  estamos mutio preocupada pois não sabemos nada sobre essa doença , ele reclama de muita dor no braço e no peito é normal ???  , fico aguardando uma orientação , desde já obrigada .
Célia
17/02/2009 14:18
De: Dilza Barros
IP: 146.164.6.195

Dúvidas

Gostaria de esclarecer dúvida:  A minha mãe faleceu há um mês de câncer aos 93 anos.  Ela foi autuada pela receita federal em uma dívida que alcançou R$ 10.000,00;  sendo portadora de câncer e com mais de 90 anos, ela não seria isenta de I.Renda?  Ela não tem bens em seu nome.
Obrigada
Dilza
tel. 21.2562.8454
01/04/2009 10:49
De: LEDA NUNES
IP: 200.161.132.116

Cunhada com cancer

Senhores, no intutito de ajudar minha cunhada Solange (Professora ensino fundamental), venho solicitar-lhes informações de como podemos adquirir  medicamento se não de graça, com um valor razoável.
O medicamento que ela necessita é ANASTROZOL (que utilizará por 5 anos). Em pesquisa, seu custo hoje é de R$ 557,29.
Desde já, agradeço.
07/07/2009 22:48
De: CRISTIANE L ROCHA FERREIRA
IP: 189.105.148.105

Direitos dos portadores do CID C73

Sou professora da Rede Estadual e Municipal de Ensino de Salvador e descobri q tenho CID C73. Estou afastada há 2 meses ( já retirei a tireoide) e estou iniciando o tratamento com a medicina Nuclear, voltei para a minha neurologista, pois estou depressiva e tenho medo de voltar a desenvolver PÂNICO e tenho uma consulta com uma oncologista (12/07). Li q há casos de aposentadoria aqui no estado de pessoas com o mesmo CID q o meu , mas é necessário ficar afastada 2 anos para requerer ou pode ser pleiteado antes deste período de afastamento médico?
Agradeço muito o esclarecimento o qual irá me ajudar bastante, visto q estou me sentindo no fundo do poço.
27/01/2009 14:30
De: Paulo Benevento (paulobenevento@aasp.org.br)
IP: 201.74.30.216

Re: Isenção de IPI

Renato,
Neste caso, é possível requerer a isenção.
A Lei nº 10.182, de 12/02/2001, restaura a vigência da Lei nº 8.989, de 24/02/1995, que dispõe sobre a isenção do IPI na aquisição de automóveis destinados ao transporte autônomo de passageiros e ao uso de portadores de deficiência. De acordo com esta lei, para solicitar a isenção o paciente deve:
1) Obter, junto ao Departamento de Trânsito (DETRAN) do seu estado, os seguintes documentos:
- laudo de perícia médica: com o tipo de deficiência física atestado e a total
incapacidade para conduzir veículos comuns; tipo de veículo, com as características especiais necessárias; aptidão para dirigir, de acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN);
- carteira nacional de habilitação: com a especificação do tipo de veículo e
suas características especiais; aptidão para dirigir, conforme o laudo de perícia médica e de acordo com resolução do CONTRAN;
2) Apresentar requerimento em três vias na unidade da secretaria da Receita Federal de sua jurisdição. O requerimento deve ser dirigido à
autoridade fiscal competente a que se refere o art. 6º, ao qual serão anexadas cópias autenticadas dos documentos citados acima. O Delegado da Receita Federal ou Inspetor da Receita Federal de Inspetoria de Classe "A", com jurisdição sobre o local onde reside o paciente, são as autoridades
responsáveis pelo reconhecimento da isenção.
As duas primeiras vias permanecerão com o paciente e a outra via será
anexada ao processo. As vias do doente devem ser entregues ao distribuidor autorizado da seguinte forma:
a) a primeira via, com cópia do laudo de perícia médica, será remetida pelo distribuidor autorizado ao fabricante ou ao estabelecimento equiparado a industrial;
b)a segunda via permanecerá em poder do distribuidor.
É importante que, na nota de venda do veículo, o vendedor
faça a seguinte observação:
I - "Isento do imposto sobre produtos industrializados - Lei nº 8.989, de 1995", no caso do inciso I do art. 9º; ou
II - "Saída com suspensão do imposto sobre produtos
industrializados - Lei nº 8.989, de 1995", no caso do inciso II
do art.9º.
(INCA)
Paulo Benevento
Diretor Jurídico da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo paulobenevento@aasp.org.br
www.almeidabenevento.wordpress.com
http://cancerdireitosepoliticaspublicas.blogspot.com
11 4043-3620
Seu IP: 3.238.174.50 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)