Criar forum gratis
Espaço para a discussão sobre a AHT (AUTO-HEMOTERAPIA) e envio de relatos sobre experiências dos usuários desta técnica terapêutica. A AUTO-HEMOTERAPIA é uma técnica simples, em que, mediante a retirada de uma pequena quantidade de sangue da veia e sua imediata aplicação no músculo, estimula um aumento dos macrófagos, que são as células sangüíneas que fazem a "limpeza" de tudo o que é prejudicial no organismo, eliminando bactérias, vírus, as células cancerosas, etc. Esse aumento da produção de macrófagos pela medula óssea (de 5% para 22%) se deve ao fato de que o sangue injetado no músculo funciona como um "corpo estranho" a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE), o que faz com que o nível imunológico se eleve, permanecendo ativado durante 5 dias, após os quais o percentual de macrófagos vai decaindo até o sétimo dia, retornando aos 5%. Com isso, inúmeras doenças, inclusive as graves como as auto-imunes, regridem rapidamente, proporcionando o restabelecimento da saúde. A AHT, entretanto, não representa nenhum risco para o paciente e não produz efeitos colaterais. Este fórum se destina primordialmente àqueles que já utilizam a AHT e não possuem mais dúvidas sobre sua eficácia, mas também admite a discussão séria e responsável sobre o assunto, tendo em vista o envio de orientações sobre os detalhes da técnica, tanto para os que já a utilizam, como para os que desejam passar a utilizá-la e querem se informar melhor sobre a mesma.
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Mensagem

CATÓLICOS, FRATERNIDADE E AUTO-HEMOTERAPIA

De Evaristo Sobrinho em 28/02/2012 12:46:27 a partir de 200.141.200.53
A Campanha da Fraternidade, que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove desde o ano de 1964, como itinerário evangelizador para viver intensamente o tempo da quaresma, este ano é realizada com o tema “A fraternidade e a Saúde Pública”, e adotou o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”. Com esta campanha, a Igreja Católica deseja sensibilizar a todos sobre a dura realidade de seus irmãos e irmãs que não têm acesso à assistência de Saúde Pública condizente com suas necessidades e dignidade. “É uma realidade que clama por ações transformadoras”, segundo o Texto base da campanha, assinado por Dom Leonardo Ulrich Steiner, Bispo Prelado de São Felix – MT e Secretário Geral da CNBB; e pelo Pe. Luiz Carlos Dias, Secretário Executivo da Campanha da Fraternidade.
Conforme o citado documento, o Objetivo Geral da Campanha da Fraternidade é refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria no sistema público de saúde. Entre os Objetivos Específicos, está previsto “difundir dados sobre a realidade da saúde no Brasil e seus desafios, como sua estreita relação com os aspectos socioculturais de nossa sociedade; despertar nas comunidades a discussão sobre a realidade da saúde pública, visando à defesa do SUS e a reivindicação do seu justo financiamento; e qualificar a comunidade para acompanhar as ações da gestão pública e exigir a aplicação dos recursos públicos com transparência, especialmente na saúde”.
O referido texto base defende que “É importante resgatar a relação da saúde com a temperança, pois, efetivamente, a melhor forma de tratar da saúde de uma pessoa é evitar que ela adoeça. Neste sentido, convém resgatar e valorizar as práticas centradas na prevenção, na informação, na disseminação de iniciativas que ajudam na preservação da saúde. Tanto iniciativas governamentais, como campanhas de vacinação, de cuidados para evitar epidemias ou incentivo ao pré-natal, quanto as comunitárias, que estimulam modos alternativos de alimentação, prática de esportes, exercícios fiscos, entre outros.
Auto-hemoterapia
O tema, o lema e os argumentos da Campanha da Fraternidade 2012 remetem à situação de muitos religiosos que fazem uso de um método alternativo que vem curando e salvando vidas há mais de cem anos, mas foi arbitrária e ilegalmente proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa e Conselho Federal de Medicina – CFM. Referimo-nos à auto-hemoterapia, que foi notícia, entre muitos casos, quando anunciado que “Arcebispo católico cura Parkinson e Alzheimer com auto-hemoterapia”, contando o caso do D. Silvestre Scandiam. Um outro bispo, D. Aldo Gerna, também faz auto-hemoterapia, conforme noticiado com o título: “Bispo faz auto-hemoterapia: está “ótimo” e recomenda que as pessoas estudem a técnica”.
Em 15 de fevereiro de 2012, a Senhora Maria Imaculada do Perpétuo Socorro Silva, de São Paulo, escreveu sobre o assunto, informando que é capixaba e vai ao seu Estado, o Espírito Santo, todos os anos e que este ano teve duas surpresas. Sua irmã, Maria das Graças, vinha se tratando de artrite reumatóide havia muito tempo, sem resultados. A partir do meio do ano passado, ela me disse que tinha uma surpresa. Então, na visita, a surpresa: ela estava curada da artrite. E disse que se curou com auto-hemoterapia, indicada por uma religiosa católica e feito por uma enfermeira amiga sua. Formada em Ciências Biológicas, Imaculada nos últimos tempos tem estudado a auto-hemoterapia como nunca estudou outra coisa na vida, nem botânica, sua ciência preferida. Passou a achar que a técnica é fantástica e afirma que já está praticamente curada, com uma meia dúzia de aplicações.
A outra surpresa que ela contou: “Fui ao Convento da Penha, e qual não foi minha surpresa em ver o arcebispo aposentado D. Silvestre Scandiam rezando missa. Meu Deus, como está mudado. Ele completou 80 anos, suas mãos estavam firmes e a memória sem falhas. Quem o viu com tremores de Parkinson e com a confusão mental produzida pelo Alzheimer nas celebrações que faz em Bairro de Fátima, próximo ao bairro de minha irmã, que é Jardim Camburi, só podia falar de milagre” – explica. Foi então que Maria das Graças lhe contou o milagre: o arcebispo D. Silvestre Scandiam está fazendo auto-hemoterapia e se curou das duas doenças com esta técnica maravilhosa. “Toda a cidade sabe disso e a gente espera que os homens de Deus que dirigem a Igreja Católica no meu estado façam esta divulgação na hora oportuna”, acrescentou.
Recomendação
Em matéria anterior, foi divulgado que “Bispo faz auto-hemoterapia: está “ótimo” e recomenda que as pessoas estudem a técnica”. Dizia a matéria que D. Aldo Gerna, bispo emérito (aposentado) de São Mateus, no Espírito Santo, fazia auto-hemoterapia havia cerca de um ano. Com os resultados obtidos está “ótimo”, como afirmou. Aos cristãos, às pessoas que estejam doentes e aos que estão na terceira idade recomenda que estudem a técnica, como afirmou na sexta-feira (14/01/2011). O bispo explicou que tem uma amiga, enfermeira aposentada, que lhe mostrou a entrevista sobre auto-hemoterapia feita com o Dr. Luiz Moura, gravada em DVD, e divulgada na internet. Convenceu-se de que a técnica lhe faria bem, e aceitou as aplicações.
D. Aldo Gerna informou que tinha 80 anos. “Só tenho efeitos positivos com a auto-hemoterapia”, afirmou. Comentou, também, com ênfase, que se submete às aplicações e está muito satisfeito com os resultados obtidos: “estou ótimo”, afirma. Se por um lado não faz campanha para que as pessoas façam auto-hemoterapia, como faz, recomenda que as pessoas que estejam doentes, ou na terceira idade, estudem a técnica. “Me parece um bom caminho para o povo, mas falo como leigo”, assinala D. Aldo Gerna. Disse que teve resultados “impressionantes” com a auto-hemoterapia, desde que passou a receber aplicações de 10 ml, semanalmente, há cerca de um ano.
A Campanha da Fraternidade 2012 constitui-se, assim, um importante momento para os católicos e demais cidadãos brasileiros refletirem e discutirem sobre essa alternativa de cura, prevenção e enfrentamento de inúmeras doenças. “A fraternidade e a Saúde Pública” é tema que justifica agir em busca de melhores caminhos para a saúde; e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra” recomenda que sejam feitos todos os esforços no âmbito da cidadania. Um bom começo pode ser o resgate e a cobrança de decisão a respeito do processo que pede o direito de usar a auto-hemoterapia no Brasil, bem como a revogação de Nota Técnica ilegal e injusta da Anvisa, conforme podemos ver no link http://www.rnsites.com.br/autohemoterapia-petic.htm - “Como se fosse crime lutar para ter saúde” (Walter Medeiros).

Responder a esta mensagem

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Quero receber notificação por email se minha mensagem for respondida.
Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
 

| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga | On Google Plus
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2022 -   http://www.insite.com.br