Cloreto de Magnesio P.A. Está comprovado cientificamente que a grande maioria dos seres humanos apresentam carência do elemento MAGNÉSIO no organismo, sendo este muito importante para o nosso metabolismo. A pagina oficial: http://www.cloretodemagnesio.com ATENÇÃO! NÃO ESTOU CONSEGUINDO RESPONDER NO FORUM. ENVIEM EMAIL PARA: cloretodemagnesio@uol.com.br

Tags: diabetes hipertensao artrite artrose magnesio
13/09/2007 20:04
De: Admilson
IP: 200.171.248.142

O Alimento Mágico

Tem gente que não quer tomar magnésio durante toda a vida. Mas o faz com o sal comum, em demasia (prefere a -vida normal-), enquanto o magnésio protege a saúde. Ou você pensa que para estimar a saúde precisa pegar, às vezes, doenças que custam 1 milhão? Não seja idiota! Tire uma minúscula fração dos milhões e compre magnésio, para livrar-se da doençarada toda que o espera. No Alto Tocantins, vivem 20 pessoas com mais de 100 anos de idade, porque a terra lá é rica em magnésio. No Cáucaso, chegam a 125 anos, alguns a 150, porque as searas e fontes são ricas em magnésio.  
Sds.
Admilson - MSN: cloretodemagnesio@hotmail.com
11/09/2009 19:08
De: Admilson
IP: 189.18.66.223

Re: Re: Re: Efeitos colaterais

Thales, boa noite.
O magnésio é usado como o átomo central da porfirina o pigmento verde da planta que faz a clorofila. O magnésio é o elemento que faz com que a planta seja capaz de converter luz em energia e a clorofila é idêntica à hemoglobina, exceto o átomo de magnésio no centro que foi retirado e ferro gasto. Toda a base da vida e da cadeia alimentar é visto na luz do sol-clorofila-magnésio. Uma vez que animais e seres humanos obtém seus alimentos comendo plantas, o magnésio pode ser dito como sendo a fonte de vida para ele, é o cerne da clorofila e do processo de fotossíntese.
Um grande passo em frente para o início da vida foi o desenvolvimento de clorofila, uma molécula que capta energia a partir da luz do sol em um processo chamado fotossíntese. A clorofila é um sistema de conversão de energia a partir de luz visível em pequenas moléculas ricas em energia para as células usarem mais facilmente. O aproveitamento da energia da luz visível conduziu a uma grande expansão das primeiras formas de vida. Camadas fossilizadas de três e meio bilhões de anos, foram descobertas com sinais de algas azuis-verdes que viviam no topo das rochas nas marés.
O magnésio é necessário pelas plantas para formar clorofila que é a substância que faz as plantas verdes. Sem magnésio dentro do coração da clorofila, as plantas não seriam capazes de absorver a nutrição do sol, pois o processo de fotossíntese, não aconteceria. Quando  o magnésio é deficiente começam a morrer. Na realidade, não podemos tomar um ar, mover um músculo, ou pensar um pensamento sem magnésio suficiente em nossas células. Porque o magnésio contido na clorofila é considerado essencial, um sal mineral das plantas.
Sem clorofila, as plantas são incapazes de converter a luz solar e o dióxido de carbono.
Não há vida sem magnésio.
O magnésio é um elemento necessário para todos os organismos vivos tanto de origem animal quanto vegetal.  A clorofila é realizada em torno de um átomo de magnésio, enquanto que em animais, o magnésio é um componente essencial nas células, ossos, tecidos e também sobre cada processo fisiológico que você pode pensar. O magnésio é essencialmente um cátion intracelular, aproximadamente 1% de todo o corpo tem magnésio extracelular, bem como a fração livre intracelular é a parte que regula as enzima no interior das células. A vida embala o magnésio dentro das células, cada gota dele é preciosa.
Insulina e Magnésio
O magnésio é necessário tanto para a ação da insulina quanto para a fabricação da insulina.
O magnésio é um alicerce fundamental para a vida e está presente em forma iônica ao longo de toda a formação da fisiologia humana. Sem insulina, porém, o magnésio não é transportado pelo nosso sangue para as nossas células onde é mais necessário. Quando o Dr. Jerry Nadler da Gonda Diabetes Center at the City of Hope Medical Center em Duarte, California, e seus colegas colocaram 16 pessoas saudáveis em dietas com deficiência de magnésio, a sua insulina tornaram-se menos eficazes na obtenção de açúcar do seu sangue em suas células, onde é queimado ou armazenado como combustível. Em outras palavras, eles tornaram-se menos sensíveis a insulina ou o que é chamado insulina resistentes. E esse é o primeiro passo no caminho para diabetes e doenças cardíacas.
A insulina é um denominador comum, uma figura central na vida como é o magnésio. A função da insulina é armazenar o excesso de recurso nutricional.
Este sistema é uma evolução, utilizado para poupar energia e outras necessidades nutricionais em tempos (ou horas), da abundância, a fim de sobreviver em tempos de fome.
Sabemos que a insulina não é apenas responsável por regular a entrada de açúcar nas células, mas também magnésio, uma das substâncias mais importantes para a vida. É interessante notar aqui que os rins estão a trabalhar na extremidade oposta, fisiologicamente tira do sangue o excesso de nutrientes que o organismo não precisa ou não pode processar, no momento.
Controlar o nível de açúcar é apenas uma das muitas funções da insulina. A insulina desempenha um papel central no armazenamento do magnésio, mas se as nossas células se tornam resistentes à insulina, ou se não produzir insulina suficiente, teremos uma dificuldade em armazenar magnésio nas células onde ele pertence. Quando processar a insulina torna-se difícil o magnésio é excretado pela urina preferencialmente e esta é a base do que é chamado de magnésio que é desperdiçado na doença.
Existe uma forte relação entre o magnésio e a ação da insulina. O magnésio é importante para a eficácia da insulina. Uma redução de magnésio nas células reforça a resistência à insulina.
Mínimas concentrações de magnésio no soro intracelular estão associadas com resistência à insulina, intolerância à glicose, e diminuição da secreção de insulina. Magnésio melhora a sensibilidade insulínica, reduzindo assim a resistência à insulina. Magnésio e insulina precisam um do outro. Sem magnésio, o nosso pâncreas não secreta insulina suficiente - ou a insulina que secreta não serão suficientemente eficazes - para controlar o nosso nível de açúcar no sangue.
Magnésio em nossas células ajuda a relaxar os músculos, mas se não podemos armazenar magnésio porque as células são resistentes então perdemos magnésio, o que torna a contrair os vasos sanguíneos, afeta o nosso nível de energia, e provoca um aumento na pressão arterial. Começamos a compreender a íntima ligação entre a diabetes e doenças do coração, quando olhamos para o processo, com diminuição do magnésio diminui a eficiência dos níveis de insulina.
Sds.
Admilson
Msn: cloretodemagnesio@hotmail.com
01/05/2009 16:21
De: Lúcia Reis (luzciareis@yahoo.com.br)
IP: 189.105.37.100

Re: Re: Preparo do cloreto de magnésio

Sou portadora de Lupus Eritematoso Sistêmico, no momento ativo. Sinto dores horríveis por todo o corpo.
Adquiri tmb uma úlcera varicosa na perna(no tornozelo esquerdo). Gostaria de saber se posso usar o Cloreto de Magnésio no local como cicatrizante e antiséptico?
Estou bastante animada desde que tomei conhecimento desse antídoto.
Aguardo resposta e mais interação sobre o descoberto.
                                                                                    Atenciosamente,
                                                                                                       
                                                                                                           Lúcia Reis
                                                                                                                 
                                                                                                Muita LUZ para Todos!!!!
21/08/2009 07:21
De: Admilson
IP: 201.43.155.175

Re: Diabete e artrose

Denise, quem tem diabetes pode e deve tomar.
O magnésio é necessário tanto para a ação da insulina quanto para a fabricação da insulina.
O magnésio é um alicerce fundamental para a vida e está presente em forma iônica ao longo de toda a formação da fisiologia humana. Sem insulina, porém, o magnésio não é transportado pelo nosso sangue para as nossas células onde é mais necessário. Quando o Dr. Jerry Nadler da Gonda Diabetes Center at the City of Hope Medical Center em Duarte, California, e seus colegas colocaram 16 pessoas saudáveis em dietas com deficiência de magnésio, a sua insulina tornaram-se menos eficazes na obtenção de açúcar do seu sangue em suas células, onde é queimado ou armazenado como combustível. Em outras palavras, eles tornaram-se menos sensíveis a insulina ou o que é chamado insulina resistentes. E esse é o primeiro passo no caminho para diabetes e doenças cardíacas.
A insulina é um denominador comum, uma figura central na vida como é o magnésio. A função da insulina é armazenar o excesso de recurso nutricional.
Este sistema é uma evolução, utilizado para poupar energia e outras necessidades nutricionais em tempos (ou horas), da abundância, a fim de sobreviver em tempos de fome.
Sabemos que a insulina não é apenas responsável por regular a entrada de açúcar nas células, mas também magnésio, uma das substâncias mais importantes para a vida. É interessante notar aqui que os rins estão a trabalhar na extremidade oposta, fisiologicamente tira do sangue o excesso de nutrientes que o organismo não precisa ou não pode processar, no momento.
Controlar o nível de açúcar é apenas uma das muitas funções da insulina. A insulina desempenha um papel central no armazenamento do magnésio, mas se as nossas células se tornam resistentes à insulina, ou se não produzir insulina suficiente, teremos uma dificuldade em armazenar magnésio nas células onde ele pertence. Quando processar a insulina torna-se difícil o magnésio é excretado pela urina preferencialmente e esta é a base do que é chamado de magnésio que é desperdiçado na doença.
Existe uma forte relação entre o magnésio e a ação da insulina. O magnésio é importante para a eficácia da insulina. Uma redução de magnésio nas células reforça a resistência à insulina.
Mínimas concentrações de magnésio no soro intracelular estão associadas com resistência à insulina, intolerância à glicose, e diminuição da secreção de insulina. Magnésio melhora a sensibilidade insulínica, reduzindo assim a resistência à insulina. Magnésio e insulina precisam um do outro. Sem magnésio, o nosso pâncreas não secreta insulina suficiente - ou a insulina que secreta não serão suficientemente eficazes - para controlar o nosso nível de açúcar no sangue.
Magnésio em nossas células ajuda a relaxar os músculos, mas se não podemos armazenar magnésio porque as células são resistentes então perdemos magnésio, o que torna a contrair os vasos sanguíneos, afeta o nosso nível de energia, e provoca um aumento na pressão arterial. Começamos a compreender a íntima ligação entre a diabetes e doenças do coração, quando olhamos para o processo, com diminuição do magnésio diminui a eficiência dos níveis de insulina.
Tenho potes com 500 gramas do Cloreto de Magnésio P.A.
Sds
Admilson
Msn: cloretodemagnesio@hotmail.com
06/10/2010 20:31
De: flávio Roberto de Lima e Silva (flaviorlsilva@yahoo.com.br)
IP: 150.161.49.46

Re: GOSTARIA DE SABER TUDO SOBRE O CLORETO DE MAGNÉSIO

Poeciso saber se realmemte funciona em artrite artrose, se faz mal a quem tem pressão por controle com remedios,se funciona no diabetes e o tempo que apresenta melhoras, se pessoas com problemas na tireoide pode tomar e a dosagem diaria para pesoas idosas, se tem algum problema para pessoas que tem algum problema neurologico como eplepsia. desde já obrigado!
24/08/2007 18:56
De: Admilson
IP: 200.171.249.48

Re: AVC

Caro amigo...  tenho certeza absoluta que o cloreto irá devolver a vida normal para sua esposa.
Vendi a algum tempo para um rapaz que a mulher tinha tendinite. Ela é manicure e já não estava conseguindo trabalhar. Depois de uns dois meses me encontrei com ele e o mesmo veio me abraçar... achei estranho ... rsrs... mas ele me explicou que comprou o cloreto só para me ajudar... que não tinha acreditado no que eu tinha falado. Mas que não só a tendinite tinha melhorado mais de 90%, mas o mais incrível era que a esposa dele tinha tido um AVC e ficou com uma dor de cabeça constante... vivia tomando analgésicos.... e quando dava crises ficava de cama. Depois dos dois meses tomando ela um dia falou para ele... vc lembra da minha dor de cabeça? Ela disse que desde que começou a tomar o Cloreto a dor de cabeça tinha sumido. Ele disse que foi maravilhoso.
Sds.
Admilson
02/07/2008 13:58
De: Vera Lucia (veraemcristo@gmail.com)
IP: 201.24.54.122

Cloreto de Magnésio

Por favor:
O cloreto de magnésio tem alguma indicação para cura de câncer? Ele  também é indicado para necrose óssea mandibular?
Obrigada
Vera Lúcia
04/11/2009 21:48
De: Admilson
IP: 201.13.199.39

Re: CLORETO DE MAGNÉSIO

PROMOÇÃO CLORETO DE MAGNÉSIO P.A
Estou iniciando promoção do Cloreto de Magnésio P.A.
Cada Pote com 500 gramas ao custo de R$ 40,00 + correios. Para  pedidos acima de 1 pote o custo de cada pote é de R$ 35,00.
Pedidos devem ser enviados para:
cloretodemagnesio@uol.com.br com o código: "PROMO 40"
QUANDO FIZEREM O PEDIDO NÃO ESQUEÇAM DE INFORMAR A QUANTIDADE DE POTES E O CEP PARA CALCULO DO VALOR DO ENVIO E DEPOSITO.
Xavier
Campinas - SP
Fone: (19) 9625-9711
Home Page: http://www.cloretodemagnesio.com
Msn: cloretodemagnesio@hotmail.com
Que a graça e a Paz do Senhor esteja com todos.
Seu IP: 35.172.195.49 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)