Este fórum visa trocar experiências sobre a auto-hemoterapia. Se vc já fez ou está fazendo AH relate aqui os seus resultados. A divulgação dessas experiências é que irá tornar esse tratamento mais confiável, já que a AH é muito criticada pelos médicos tradicionais, por falta de resultados consistentes e por não existirem pesquisas cientificas que comprovem a sua eficácia. Aliás, será que existe interesse deles nessa terapia tão barata? Portanto, os resultados consistentes de que os médicos tanto necessitam para prescrever esse tratamento poderá ser obtido neste fórum, através de cada relato, o que espero seja sempre positivo. Entretanto, é muito importante deixar claro que não prescrevemos o tratamento de auto hemoterapia a ninguem porquanto não somos médicos. Repita-se, este fóroum visa apenas a troca de experiências de pessoas que estão se submetendo a esta terapia, seja por opção própria, seja por prescrição de alguém. Muitas pessoas perguntam se a auto hemoterapia serve para as doenças que lhes acometem, as quais são imensamente variadas. As resposta a essas perguntas são dadas por pessoas que já estão se submetendo ou por pessoas que assistiram ao vídeo do Dr. Luiz Moura e, daí, respondem às dúvidas aqui apostadas. Porém, tenham em mente que estas respostas não sao dadas por um médico, devendo ser recebidas apenas como troca de informação e jamais como uma real prescrição médica. . .........................................................................................................................................................................................................................................OBS>>> ESTE FÓRUM FOI CONFIGURADO PELO ADMINISTRADOR DE FORMA QUE TODAS AS MENSAGENS SEJAM APROVADAS AUTOMATICAMENTE. QUANDO ELAS FICAM AGUARDANDO A APROVAÇÃO, É POR PROBLEMA DE MAU FUNCIONAMENTO DO SITE E NÃO POR VONTADE DO ADMINISTRADOR.

Tags: autohemoterapia
06/02/2010 14:13
De: Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)
IP: 189.123.84.228

Re: Re: Re: Re: Joel

MENSAGEM DE PORTUGAL:
...para o "sabichão" da ciência mercantilista da doença...Munir Massud...Mussud Manir...Mussir Manud...
Olá Marcelo
Envio esta mensagem para responder ao dito cujo Munir Massud...
Um abraço
Luis Filipe
 Esse "indígena" (com todo o respeito pelos verdadeiros...) confunde a Ciência Ética que serve a Humanidade e se apoia na Natureza, com a "ciência" mercantilista que conta as Pessoas como conta os Dólares, desumana e  desprovida de qualquer ética...
Deixo para ele esta  análise realista, para que reflicta sobre a sua ignorância e o seu analfabetismo no que respeita aos valores humanos, para que pesquise sobre a Ciência da Indústria Farmacêutica verdadeiramente arcaica e obsoleta relativamente aos Valores Humanos, e nos diga depois  se ainda acredita assim tanto na base de dados da Ciência sem ética - o Medline.
Aqui vai para análise sob o título:

"Agora que os noticiários já quase não falam da gripe A, surgiu a informação de que os ganhos da indústria farmacêutica por causa e em função desta estirpe (...) estão sob suspeita do Conselho da Europa..."
Agora que os noticiários já quase não falam da gripe A, surgiu a informação de que os ganhos da indústria farmacêutica por causa e em função desta estirpe (cinco mil milhões de euros, fora a valorização das acções, o que corresponde a cerca de 1,5 vezes o PIB do desgraçado Haiti!) estão sob suspeita do Conselho da Europa que, aliás, vai debater e criar uma comissão para avaliar a pressão que, alegadamente, poderá ter sido exercida sobre a Organização Mundial de Saúde (OMS).
Compreendo todas as cautelas e prevenções sobre o que se anunciava como uma grave pandemia mundial. É daquelas situações em que mais vale errar por excesso do que por defeito. Mas hoje, face à avaliação parcial que já se pode fazer, estaremos provavelmente perante um claro exagero de previsão. Basta recordar que a OMS chegou a aventar a hipótese de poder haver mais de 70 milhões de mortes e até agora terem-se verificado menos de 13000!
Em Portugal, onde nos foi permanentemente incutido um cenário alarmista e negro, com conferências de imprensa em catadupa "por dá cá aquela palha" e com a previsão de encerramentos temporários desde escolas a fábricas até igrejas e práticas desportivas, houve até agora 83 mortes, valor muito aquém da gripe sazonal (2000 óbitos por ano). Ao menos que esse exagero tenha trazido uma vantagem adicional: a de incitar e habituar as pessoas a uma maior cultura de higiene e profilaxia.
As vacinas e antivirais adquiridos pelos países mais desenvolvidos sobejam por todo o lado. Primeiro por pouca certeza da OMS (duas doses da vacina primeiro e logo a seguir apenas uma), depois porque as pessoas se aperceberam de que a situação não seria tão trágica quanto se previra. Em França, por exemplo, compraram-se 94 milhões de doses e só se usaram 5%! Os grandes beneficiários desta gestão desastrosa foram, de facto, os laboratórios!
Em escala logarítmica, repetiu-se a histeria sanitarista que, nos últimos anos, já se viu com a gripe das aves, a doença das vacas loucas e outros vírus. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Nesta voragem de psicose colectiva, a técnica do pavor não é necessariamente boa conselheira...
Sou dos que pensam que a relação entre a OMS e a indústria da saúde deveria ser mais cristalina e escrutinável. Só por ingenuidade é que se pode achar que não há pressões num sector que move rios de dinheiro e de interesses.
Assim, o que se constata é  uma verdadeira "pandemia de lucro" embora paradoxalmente concentrada, que evidencia como poderosos interesses industriais e económicos, são capazes de influenciar os decisores institucionais, os media e, por fim, os políticos e todos os Munir Massud... :-))
A gripe A foi, aliás, sempre abordada como um problema de saúde focado nos países do 1º mundo, enquanto continuam a morrer diariamente milhares de pessoas nos países pobres com malária que se pode facilmente prevenir, com cólera e outras afecções evitáveis com um simples soro. Estes problemas, porém, nunca são notícia nem movem a comunidade internacional porque não são economicamente atractivos e lucrativos, apesar da Ciência (?) que está na sua génese...
É esta a Ciência Ética que defende o Munir Massud...Mussud Manir...Mussir Manud...?...
As gerações futuras de Autênticos Cientistas libertarão a Humanidade desse lamaçal....
14/08/2010 21:28
De: Marcelo Fetha
IP: 189.123.89.130

Dr. Luiz Moura foi absolvido no CFM, mas a liberação da AHT ainda não aconteceu, por enquanto!

O Dr. Luiz Moura foi absolvido das acusações relacionadas com a divulgação da auto-hemoterapia, encerrando-se os dois processos que foram a julgamento ontem, 13.08.2010 no Conselho Federal de Medicina.
As informações são de que houve absolvição e o Conselho não mudou a posição quanto à liberação da AHT. Nesse ponto, foi uma vitória imensa, por um lado. Pelo outro, a luta continua, certamente com novos momentos em busca da vitória final. Apostemos em aliados como o Senador Suplicy e muitos outros.
Abraços,
Walter Medeiros
10/09/2007 21:21
De: sirlene viana
IP: 10.22.2.7, 200.179.111.204

Auto-hemoterapia

a alguns dias descobri que tenho lupus e atraves de um amigo fiquei sabendo da auto-hemoterapia, gostaria de saber se para o meu caso é aconselhavél.
03/04/2007 00:11
De: maria
IP: 200.97.218.124

Resposta para maria inês giraldi

Para Maria Inês Giraldi
Recomendo a vc que veja o DVD do médico Dr. Luís Moura. Ele dá importante depoimento sobre a capacidade de AHT de desentupir as veias, de agir beneficamente nos enfartados. Mas só vc vendo com atenção o depoimento. Boa sorte.
01/05/2010 13:53
De: Pedro Fava
IP: 187.13.94.202

AHT na Psoríase

Comecei o tgratamento ontem, primeira aplicaçao!!!
de acordo que as coisas forem molhorando vou relatar para vocês.
Tirei fotos ontem do meu corpo todo atacado pela doença e semanalmente vou tirando essas fotos nos dias das aplicaçoes.
Quando obter os reultados esperados vou publicar aqui para toda comunidade do forum e encaminhar para o Dr. Luis Moura também!!!
28/05/2008 13:27
De: OLIVARES
IP: 200.20.24.250

Re: Re: Re: Auto hematerapia - Trombose? Previne e cura!!! Segundo os médicos que a defendem...

Sobre trombose, assim depõe o ilustre Dr. Moura:
" Só a partir de 1976 é que eu passei a usar numa amplitude muito maior, graças a um médico, Dr. Floramante Garófalo, um ginecologista, que era assistente do diretor do hospital Cardoso Fontes em Jacarepaguá e que era a pessoa que mais conhecia equipamento hospitalar do Brasil.
Ele já estava aposentado, tinha 71 anos. E foi chamado pelo Dr. Amaury de Carvalho, que era o diretor, para equipar o hospital, porque este tinha sido um sanatório de tuberculosos, e foi transformado no Hospital Geral, então precisava que todas as clínicas fossem equipadas e ele foi ser assistente do Diretor. Um dia, o professor Garófalo ou Dr. Garófalo - bem, vamos dizer professor porque ele merecia ser chamado de professor - chega se queixando de uma dor, uma dormência que sentia na perna quando fazia uma caminhada de 100 a 200 metros. Tinha que sentar na rua, no meio-fio porque não conseguia mais andar.
Eu então disse para ele, “Olha Dr. Garófalo, você tem que ser examinado por angiologista.”. Nós temos um excelente aqui, chama-se Dr. Antônio Vieira de Melo - primo-irmão do Sérgio Vieira de Melo que morreu lá no Iraque. E então ele vai ter que examinar esta perna. Ele examinou primeiro com aparelho, e disse: “Há uma obstrução na sua coxa direita, na parte média da coxa.”. Aí o Dr. Garófalo disse assim: “Bom, mas de que tamanho?”. “Só fazendo uma arteriografia.”. Então fomos para o raios-X, que mostrou 10 (dez) centímetros de artéria entupida.
Foi dito a ele pelo angiologista Antônio Vieira de Melo: “Olha, só há uma solução. Fazer uma prótese. Tirar uma parte desta artéria, esses 10 cm e substituir por uma prótese de material plástico chamado Dralon.”. O Dr. Garófalo, rindo, disse: “Em mim você não vai fazer isso não, porque eu não quero virar um homem biônico. Hoje é essa artéria da coxa, amanhã será a do braço ou da outra perna. Então eu vou só fazendo prótese? Não, quem vai me curar é a auto-hemoterapia.”. E me pediu que eu aplicasse nele.
Ele trazia a cada 7 (sete) dias uma seringa, já tudo preparado, e eu fazia a aplicação da auto-hemoterapia. No fim de 4 (quatro) meses, ele me disse: "Não sinto mais nada, estou bom.". Eu disse: “O Dr. Antônio Vieira de Melo é quem tem que lhe dar a alta.“. Fomos ao Dr. Antônio Vieira de Melo, que disse: "Eu não acredito nisso, é impossível! Isso é sugestão. Você se convenceu tanto com essa auto-hemoterapia que você está achando que está bom.". Garófalo disse: "Agora eu ando quilômetros, não tenho mais problema nenhum. Bom, pode ser sugestão.". Então eu dei a resposta: “Bom, não há por que a gente discutir se é sugestão ou não. Garófalo, você se submete a outra arteriografia?”. Ele disse: “Pra já! Vamos lá!”.
Fomos para o raios-X. E não havia mais obstrução alguma. E assim ele viveu até noventa e tantos anos passando aqui nessa rua General Roca. Ele morreu com mais de 95 anos, sem nunca ser operado. Como compensação, resolveu me dar de presente dois trabalhos: um do Dr. Jesse Teixeira e outro do Dr. Ricardo Veronesi.
Há um intervalo entre esses dois trabalhos de 36 anos, um é de 1940 e o outro de 1976. Mas a impressão é que um foi feito para o outro, para combinar, um com o outro. Porque? Porque enquanto o trabalho do Dr. Jesse Teixeira se limitava à ação da auto-hemoterapia em evitar infecções pós-operatórias, o do professor Ricardo Veronesi, que é professor da Universidade de Santos, a imunologia já tinha avançado muito mais e se tinha descoberto que o Sistema Retículo - Endotelial (SRE) tem muitas outras funções além de combater as bactérias, muito mais do que isso."
Pesquiso diariamente há  ano e meio sobre a AH, pratico hpá 13 meses, tenho conhecidos que também praticam alguns há anos, e também mais 4 familiares e nunca li qualquer denúncia de complicação da prática. Somente alguns que desistem por não perceber melhoras na moléstia a ser tratada. Atribuo isto ao efeito da Lei da Cura ou de Hering, que exige disciplina e persistência para alcançar este objetivo. Tal qual na homeopatia...
Aliás, é de se destacar que não consta qualquer reclamação contra esta técnica nos diversos órgãos de fiscalização  apesar de ser receitada por médicos há décadas no Brasil  (Conselhos Regionais de Medicina, Enfermagem, ANVISA, ou Conselhos Federal de Medicina) apesar de que "eles" iriam ficar muito satisfeitos em provar algo contra a técnica além da retórica de flata de "comprovação científica"...  Observe-se que os diligentes órgãos fiscalizadores demoraram décadas para "descobrirem" a AH... Por que? se era praticada e receitada por vários médicos no Brasil, desde os anos 40 pelo menos até abril de 2007, quando resolveram proibir por proibir ($$$)???
27/12/2010 00:08
De: Olivares Rocha (olivares@oi.com.br)
IP: 201.19.64.252

Re: Autohemoterapia

Se realmente quer ter esta opinião,  só poderá buiscá-la com as pessoas que sofreram destas doenças e que tentaram a AH para curá-las. Para isso, basta  que digite no google, youtube, orkut, msn, e demais sites, os termos auto-hemoterapia e o nome da doença que busca relatos.
Eu leio sempre que posso, tudo sobre a Ah que acho. E a mais de 4 anos. Relatos e mais relatos de pessoas que afirmam que se livraram ou ao menos amenizaram estas e tantas outras doenças estimulando o seu prórpio Sistema Imunológico. Ora, o trabalho é dele mesmo, pois a AH só providencia um estimulo para que ele fique superativado. Da mesma forma que uma vacina qualquer, só que vacinas são especificas para uma determinada doença. Já a AH atua em praticamente todas as doenças.
Esta semana, indo a um órgão público, passei numa banca de jornal pra comprar uma revista. A vendedora me ofertou um brinde de Natal. Retribui com um dvd sobre a AH. Ela perguntoui do que se tratava e uma cliente que estava comprando um jornal falou: minha irmã se livrou de artrose com a AH! Os dedos dela já etavam tortos e com a AH, começaram a normalizar!
Sei que é somente um relato, sem provas pois que não solicitei uma prova, um contato. Mas verá que entre praticantes, este tipo de relato é corriqueiro.
Boa sorte e boa pesquisa.
Seu IP: 54.227.97.219 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)