Este fórum tem por finalidade ajudar as pessoas que sofrem de verminose, captando experiencias, sintomas e sinais, prevenção, consequencias e tratamentos desta importante patologia.

Tags: diarreia anorexia verminose giardia oxiurus parasitoses irritabilidade ancilostomo anemia ferropriva
06/06/2010 20:56
De: moises eli magrisso - medico - clinico geral e medico do trabalho
IP: 189.63.136.41

Re: Re: Re: SII

Oi Carla Adriana.
Não soubemos mais noticias suas, nem de seu filho que nasceu em 20 de abril do ano passado.
25/11/2010 15:43
De: Edja Maria
IP: 189.99.101.4

Re: Re: Ascaris lumbricoides

Olá Doutor.
Fiz exames de fezes e foi diagnosticadoAscaris e Trichuris Trichiura. Tomei Mebendazol e repeti nos dias certos mas, não vi efeito.
Hoje tomei Ascaridil, quero saber se um só faz efeito ou preciso repetir a dose e quero saber tbm se esses verme saem inteiros pela boca(nos vômitos) ou ânus.
Obrigada!
15/08/2010 21:08
De: mano
IP: 187.12.186.149

Re: Re: Giardia!

ola doutor aqui estou de novo apos tratamento que o senhor passou contra giardia que ja fazem uns 6
meses voltei a ter diarreia essa semana, tem uns tres dias que estou bem, mais estou com medo de me alimentar nrmalmente , minha duvida e se o senhor acha que e giardia? pois naum comi nada diferente do que estava comendo,  quanto tempo giardia fica no orgnismo ?devo fazer novos exames ?
ultimamente estou um pouco depresivo pode ser isso?tenho sentido dores pequenas no estomago vao e vem, pode ser causado por giardia ?qual o melhor remedio para me livrar de vez desse problema?
muito obg tenho 32 anos
02/08/2010 16:54
De: Rod
IP: 200.147.141.199

Vermes

Estou escrevendo pq minha mãe tinha uma coceira no ânus, e dizia q o nariz parecia formigar, dizia q estava cheio de bichinhos e tinha a sensação dos bichos sairem do anûs e irem pelo bumbum, sentia verdadeiro desespero, e era mts, minha mãe faleceu a alguns anos, e hj me vejo na mesma situação q a dela, o nariz formingando, sensação de bichinhos saindo do ânus e andando pelo bumbum e juro que causa um desespero tamanho ... gostaria que me respondesse o que é isso, se pode ser vermes, e qual, já q não vejo nada ...
06/12/2009 13:19
De: moises eli magrisso - CRM-RS 08708 - - Clinico Geral e Médico do tra
IP: 201.37.130.90

O QUE TODOS DEVEM SABER SOBRE VERMINOSE - VEJA NO YOUTUBE HELMINTOS - QUE DELICIA

PARA QUE PESSOAS DO MUNDO INTEIRO POSSAM SABER ALGO MAIS SOBRE VERMINOSE, CADA SEMANA TRADUZO ESTE TEXTO PARA ALGUM IDIOMA.
A doença que atinge o maior numero de pessoas  no mundo,  é ao mesmo tempo a menos diagnosticada e tratada.     No Brasil, chega a atingir cerca de 90% da população em todos os níveis sociais.   A verminose há muito tempo  deixou de ser doença de pobre.  Embora esta parte da população seja a mais atingida devido  principalmente ao saneamento básico, todos são passíveis de contaminação.   Os exames parasitológico de fezes, mesmo em 3 amostras, mostram-se positivos em menos de 30% dos casos, uma vez que o diagnóstico se faz pela presença de ovos nas fezes,  porém nem sempre presentes, mas são importantes porque podem revelar o tipo de parasita alojado em nosso corpo.
      A indicação de vermífugos a cada 6 meses independente de qualquer resultado de exames de fezes, parece fazer parte de um uso  indiscriminado de medicamentos, porém neste caso passa a ser exceção pelo fato de que medicamentos por exemplo a base de mebendazol, atuam diretamente no intestino, tem absorção para a corrente sanguínea  quase nula, cujos efeitos colaterais pouco freqüentes, são conseqüência da emissão de vermes, e não do medicamento em si.   Medicamentos a base de mebendazol é aconselhável administrá-lo no mínimo 2 vezes por ano, porém convém lembrar que seu espectro não elimina todos os tipos de parasitas em nosso meio.  Este sistema de administração embora pareça estranho, é utilizado na Morada do Vale há mais de 28 anos, com excelentes resultados, nitidamente observados pela população.  As pessoas, principalmente as crianças, passam a ter mais saúde e disposição, menos irritabilidade, corrige o apetite, e quase sempre  melhoram o  rendimento  escolar.

                                           C O M O     E V I T A R     A    V E R M I N O S E

Beba somente água filtrada ou fervida
Lave cuidadosamente as frutas e verduras, e cozinhe bem os alimentos Coma apenas carne bem passada.
Ande sempre com os pés bem calçados
Lave as mãos antes das refeições e após o uso do vaso sanitário.
Conserve sempre as unhas cortadas e limpas.
Mantenha as instalações sanitárias em boas condições de higiene Trate a verminose com freqüência.  Se tomar vermífugo sem estar infestado, não faz mal algum.  Mas lembre-se,  o mesmo não é válido com outros medicamentos para outras doenças.
                               
                                 ALGUNS TIPOS DE VERMES MAIS COMUM EM NOSSO MEIO

ÁSCARIS LUMBRICÓIDES –  Causam a ascaridíase (amarelão), sendo transmitido pelo contágio por   ingestão .   Ao atravessarem o parênquima  pulmonar, provocam lesões, irritações nos brônquios, traumatismo e hemorragias.
ENTERÓBIOS VERMICULARES  (OXIÚRIOS) -  A contaminação pode ocorrer diretamente do anus á cavidade oral, e indiretamente através de poeira e alimento contaminado.  O oxiúrios  localiza-se no ceco e região anal causando irritação local, coceira  e,  menos   freqüente ,  espasmos abdominais, náuseas e evacuações sanguinolentas.    O tratamento só será eficiente se for tratado com vermífugo  acompanhado de pomada de thiabendazol no ânus.
LARVA MIGRANS –  Faz parte de afecção de pele conhecida como bicho geográfico.
GIARDÍASE -  É uma doença intestinal causada pela infecção do parasita Giardia Lambia que vive em água contaminada.  Ocorre em regiões onde o saneamento básico é precário.  Geralmente não apresenta sintomas, mas pode se manifestar por diarréia aquosa, cólicas, distensão abdominal, fezes com mau cheiro, perda de peso e de apetite.
            Há outros tipos de vermes menos freqüentes em nosso meio, mas que  além de diarréia, insônia, irritabilidade,  podem causar inclusive perda de consciência e convulsões.
               
                              ALGUMAS MENTIRAS SOBRE VERMINOSE  - CRENÇAS POPULARES
1-      CRENÇA:  A verminose só atinge populações de baixa renda.  
VERDADE:  embora sejam as mais atingidas, a verminose atinge qualquer classe social, e muitas pessoas de alta renda não acreditam que estão contaminadas por algum tipo de vermes.
2-      CRENÇA:  Crianças com menos de 1 ano de idade não possuem vermes.  
VERDADE: É raro ocorrer verminose nesta idade, mas existem casos, e devem ser tratados.
3-      CRENÇA:  Pessoas idosas não possuem vermes.
VERDADE:  A mesma descrita acima.
4-      CRENÇA:  Só devemos tratar verminose se os exames de fezes derem positivos.       VERDADE:  Os exames de fezes só apresentam positividade em no máximo 30% dos casos, e se tratarmos apenas os pacientes com  exame positivo, estaremos omitindo o tratamento de importante patologia.
5-      CRENÇA:  Os medicamento para vermes enfraquece o paciente, e porisso tem que tomar vitaminas após o tratamento.   VERDADE: Estes medicamentos não enfraquecem o paciente, e o uso de vitaminas só é necessário se o paciente tiver anemia.  O uso de vitaminas ou sais minerais, não é por causa do medicamento, e sim pela conseqüente anemia causada pelos vermes, o que nem sempre acontece.
6-      CRENÇA:  Se tomarmos medicamento para vermes sem estarmos infestados, pode fazer mal para a saúde.  
 VERDADE:  Por ser quase nula a absorção para a corrente sanguínea, medicamentos como o mebendazol ou albendazol, não causam mal algum para a saúde.  O ideal é tratar todos os membros da família, inclusive os animais domésticos.

          Em resumo, pelos males que ela causa, a verminose deveria ser encarada com muito mais seriedade, principalmente pelos órgãos de saúde pública que pouco se interessam pelo assunto.


DR. MOISÉS ELI MAGRISSO
        CREMERS 8708
coopemed@yahoo.com.br
A doença que atinge o maior numero de pessoas  no mundo,  é ao mesmo tempo a menos diagnosticada e tratada.     No Brasil, chega a atingir cerca de 90% da população em todos os níveis sociais.   A verminose há muito tempo  deixou de ser doença de pobre.  Embora esta parte da população seja a mais atingida devido  principalmente ao saneamento básico, todos são passíveis de contaminação.   Os exames parasitológico de fezes, mesmo em 3 amostras, mostram-se positivos em menos de 30% dos casos, uma vez que o diagnóstico se faz pela presença de ovos nas fezes,  porém nem sempre presentes, mas são importantes porque podem revelar o tipo de parasita alojado em nosso corpo.
      A indicação de vermífugos a cada 6 meses independente de qualquer resultado de exames de fezes, parece fazer parte de um uso  indiscriminado de medicamentos, porém neste caso passa a ser exceção pelo fato de que medicamentos por exemplo a base de mebendazol, atuam diretamente no intestino, tem absorção para a corrente sanguínea  quase nula, cujos efeitos colaterais pouco freqüentes, são conseqüência da emissão de vermes, e não do medicamento em si.   Medicamentos a base de mebendazol é aconselhável administrá-lo no mínimo 2 vezes por ano, porém convém lembrar que seu espectro não elimina todos os tipos de parasitas em nosso meio.  Este sistema de administração embora pareça estranho, é utilizado no municipio de Gravatai-RS há mais de 30 anos, com excelentes resultados, nitidamente observados pela população.  As pessoas, principalmente as crianças, passam a ter mais saúde e disposição, menos irritabilidade, corrige o apetite, e quase sempre  melhoram o  rendimento  escolar.

Seu IP: 54.227.214.52 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)