A Síndrome do Intestino Irritável (SII), também conhecida como Síndrome do Cólon Irritável (SCI), é uma manifestação intestinal benigna, ou seja, sem lesão na estrutura do órgão, como inflamação e úlceras. Caracteriza-se por dores e mal-estar no abdome, com períodos de melhora, podendo persistir por vários anos. Pedidos de Kefir: meukefir@gmail.com Fone: (11) 97528-0536

Tags: kefir intestino ventre dor irritado irritavel coloscopia colon diarreia lactobacilo lactobacilus
28/04/2010 14:20
De: hosana ribeiro
IP: 187.64.247.150

Sindrome do intestino inrritavel

sofro de diarreias costantes, estou tambem acima do peso e ouvi falar que a certos regimes que quanto mais for ao banheiro mais a pessoa emagresse. Porque indo tanto ao banheiro aindo estou gorda pois eu acredito que tudo que como é eliminado se vou ao banheiro mais de cinco vezes por dia creio que fico sem nada no intestino . Por favor me ajudem. obrigada
14/06/2014 23:16
De: GLADSTONE (splendor_sky_eyes@yahoo.com.br)
IP: 187.21.200.214

Sem diagnostico

Olá Cristina.
Boa noite. Me chamo Gladstone. Moro em Santos.
Li tua mensagem sobre SII; e, resolvi lhe escrever. Vou ser curto e grosso :- AUTOHEMOTERAPIA; faça isso, e, livre-se dessa terrível moléstia. Esqueça para sempre de crustáceos; refrigerantes; e, de açúcar refinado, ( prefira açúcar mascavo; ou, demerara marrom ). Se usa adoçante, prefira o que contem sucralose, que é o melhor. Boa sorte
06/09/2007 13:52
De: Kelly (chanlin@bol.com.br)
IP: 10.24.202.30, 200.20.210.15, 20

Diagnostico

Tenho todos os sintomas de SII(percebi atraves de pesquisas sobre os sintomas), e quando contei ao meu gastro os sintomas, ele me pediu para fazer um exame chamado um clister opaco. Por causa do incomodo que este exame representa, gostaria de saber com certeza se este e o mais indicado?
05/08/2012 23:18
De: Gabriel (gabrielbuchmann@hotmail.com)
IP: 189.75.203.21

Sindrome do Intestino Irritavel

Olá amigos! sou novo aqui mas gostaria de compartilhar sobre minhas dificuldades e principalmente as evoluções em meu caso clinico! tenho 28 anos, desde os 19 anos tenho alterações nas evacuações.
nossos sintomas são sempre os mesmos sensação de inchaço, flatulência, dores estomacais, diarreia, prisão de ventre etc... isso indiferente de ter chron, SII, colite, ou intolerância a lactose (meu caso).
Agora vocês devem estar se perguntando como eu estou a tanto tempo convivendo com isso !
Bem realmente há uma enorme dificuldade para se relacionar, trabalhar e estudar! Agradeço aos meus pais e todos que sempre me apoiam ! nossas vidas nunca serão as mesmas depois deste fato ocorrido, já tive varias crises ! apesar de controlar minha alimentação continuo tendo sintomas !
E apesar de ter consultado com varios médicos todos sempre acabam me dando o mesmo diagnóstico!
Incluindo outros diagnósticos totalmente errados ! Agora analisem comigo, voçê ja foi ao médico quantas vezes ? e destas idas e vindas em quantas delas você se sentiu como uma cobaia ?
Varias ! eu digo para todos melhor q ir em um médico é simplesmente fazer uma anotação diaria de sua alimentação e dos ocorridos em seu dia (evacuações, prisão de ventre coloração das fezes, etc..)!
nem que isto seja dificil, após varios dias de anotações o até meses leve este a um médico de "verdade" nem que vc tenha que gastar mais para isso!
Gastei R$50,00 em um exame de intolerância a lactose o qual um médico de verdade me pediu, não estou curado mas deixei de tomar leite e seus derivados e digo que minha vida teve uma melhora de 75% !
devo muito a este médico o qual não habita mais entre nós, que Deus o tenha!
Quero que fique  bem  claro a todos, o exame de intolerância a lactose é feito em qualquer laboratorio e é bem rapido, mas se for longe de sua casa peça para alguem te levar de carro e peça para a atendente do laboratorio disponibilizar um banheiro so para vc, pois sera administrada uma quantidade de lactose pura e conforme seu indice de intolerancis podera haver uma forte diarreia !
Varios disturbios podem ser confundidos com outras doenças, conheci uma pessoa em minha cidade que tinha os mesmos sintomas que eu e foi diagnosticada com doença de chron. por um médico que eu também havia consultado e por sinal também me diagnosticou com doença de chron! para finalizar esta pessoa passou por 2 cirurgias sem necessidade pois ela tinha somente intolerância a lactose ! hoje ela vive muito bem e sem medicamento algum ! Atendendo ao meu pedido ela fez o exame !
Para interessados meu e-mail está a disposição
11/02/2010 00:45
De: Edu Prado (jeduardoprado@uol.com.br)
IP: 189.58.196.90

Acordo várias vezes a noite com espasmos na barriga

Fui diagnosticado há 2 anos como portador da SII, no entanto já melhorei a diarréia e os gases principalmente, através de muita água de côco e muito exercício físico.
Infelizmente ainda não estou totalmente curado, pois todas as noite acordo principalmente quando começo a sonhar com espasmos na altura superior do abdomen e próximo ao peito. Já tomei até ansiolítico durante 2 meses, embora não tenha resolvido. Antigamente eu acordava várias vezes á noite devido aos gases, mas agora são estes espasmos Por favor gostaria de saber se alguém tem ou teve este tipo de problema , e se alguém já teve solução para isso.
Boa sorte para todos!
Edu
06/05/2007 23:16
De: Hamashiha
IP: 200.157.113.11

Síndrome do Intestino Irritável

Síndrome do Intestino Irritável
   O que é?
   A Síndrome do Intestino Irritável (SII) é uma doença comum, e caracteriza-se pela alteração do hábito intestinal, podendo estar associada à dor e distensão abdominais. Em geral, a SII está relacionada à ansiedade e ao estresse psicossocial. Esta doença afeta 12% das pessoas em todo o Mundo. A dor abdominal e o desconforto intestinal experimentados pelos pacientes com SII causam a piora na qualidade de vida, e fazem com que estes pacientes procurem ajuda médica.
   A SII ocorre em idades variáveis, mas é mais freqüente durante a adolescência e na terceira e quarta décadas de vida. O início dos sintomas após 50 anos de idade é incomum. As mulheres são duas vezes mais afetadas do que os homens, e a associação com períodos de estresse psicossocial é evidente.
Sintomas
   Os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável são dor abdominal (cólica), distensão abdominal (gases), diarréia e constipação. A diarréia é um sintoma comum e inconveniente, já que altera o estilo de vida (idas freqüentes ao banheiro), incontinência fecal (perda involuntária de fezes), urgência evacuatória e ansiedade. A constipação está associada à distensão abdominal, flatulência, dor abdominal e alteração estética. Em alguns casos há alternância dos sintomas, ou seja, em um período o paciente se queixa da diarréia, e em outro, da constipação.
   Deve-se sempre lembrar que a SII é uma doença funcional, ou seja, não há qualquer lesão anatômica associada. Desta forma, não há motivos para sangramento intestinal, evacuação com muco, febre, anemia e perda de peso. Quando estes sintomas estão presentes, outras doenças devem ser pesquisadas e a ajuda médica torna-se imprescindível. Sendo assim, todos os exames complementares, como exames de sangue e endoscopias mostram resultados normais na SII.
   O exame físico dos pacientes com SII mostra alterações discretas, como dor à palpação abdominal e a constatação da distensão abdominal.
Como ocorre a Síndrome do Intestino Irritável?
   As causas da Síndrome do Intestino Irritável são desconhecidas, mas acredita-se que estejam associadas a aumento da sensibilidade intestinal e a alterações motoras do intestino. A ansiedade e o estresse psicossocial devem ser sempre lembrados, já que são eles que desencadeiam e mantém, na maior parte das vezes, os sintomas intestinais e abdominais.
   As alterações de sensibilidade intestinal (hipersensibilidade) caracterizam-se pelo surgimento da dor em cólica em condições em que a pressão intestinal aumenta, como na flatulência e na constipação. O que chama a atenção nos pacientes com SII é que a pressão que seria bem tolerada em uma pessoa sem a doença, causa um imenso desconforto e dor nos pacientes portadores desta enfermidade.
   Quanto às alterações motoras intestinais, estas se caracterizam pelo funcionamento anormalmente rápido ou lento do intestino. Quando o funcionamento intestinal é rápido, a diarréia é o sintoma preponderante, e quando lento, é a constipação que se faz presente.
Tratamento Não Medicamentoso
   O tratamento não medicamentoso é adequado para muitos pacientes, e deve ser mantido quando se opta pelo tratamento medicamentoso. A alteração no estilo de vida deve ser levada em consideração, já que o estresse e a ansiedade são os fatores que desencadeiam e mantém os sintomas intestinais. Neste aspecto, a realização de exercícios físicos também tem grande valor.
   O cuidado com a dieta é importante, e deve-se evitar alguns tipos de alimentos, como a cafeína em excesso, alimentos ricos em gordura, excesso de lactose (leite, queijo). Nos pacientes com constipação, deve-se estimular a dieta rica em fibras. Nos casos em que há distensão abdominal devido a gases intestinais, alimentos como feijão, lentilha, brócolis (não cozida) e couve-flor devem ser evitados.
   A utilização de suplementos de fibras é estimulada nos pacientes com SII, já que nestes casos, as fezes se tornam mais pastosas, e os movimentos intestinais são mais eficientes, com conseqüente evacuação menos traumática. Alguns estudos mostram que os suplementos de fibras trazem benefícios aos pacientes com constipação, mas podem piorar os sintomas em pacientes com diarréia.
   A psicoterapia é utilizada naqueles pacientes em que os fatores emocionais estão fortemente relacionados aos sintomas. Nos pacientes com diarréia e dor abdominal, a psicoterapia mostra bons resultados. Infelizmente, o mesmo não se observa nos pacientes com constipação.

Tratamento Medicamentoso
   O tratamento medicamentoso da Síndrome do Intestino Irritável inclui medidas que reduzam os sintomas relacionados à constipação e diarréia. Nos pacientes com constipação, o objetivo do tratamento é tornar a evacuação um evento sem traumas, o que reduziria a dor abdominal e a flatulência. Nos casos com diarréia, o objetivo é a redução da urgência evacuatória e da freqüência de evacuações.
   O tratamento da constipação consiste na utilização de fibras e de aceleradores do trânsito intestinal. Nos pacientes com diarréia, utiliza-se medicamentos anti-diarréicos. Deve-se lembrar que estes medicamentos só devem ser utilizados após a realização de um diagnóstico preciso da SII e prescritos por um médico especialista.
   Nos casos com cólica intestinal, o uso de medicação anti-espasmódica relaxa a musculatura intestinal, levado a diminuição do quadro doloroso. No entanto, deve-se lembrar que estes medicamentos são efetivos para a dor abdominal, mas apresentam pouco efeito em relação à diarréia e a constipação.
   Alguns pacientes se beneficiam do uso de antidepressivos em baixas doses, provavelmente devido à diminuição da sensibilidade intestinal. O uso de antidepressivos traz melhores resultados para pacientes com diarréia, já que um dos efeitos colaterais dos antidepressivos é causar constipação. O uso de antidepressivos é indicado principalmente nos casos em que a dor abdominal é proeminente ou quando outras terapias falharam.
http://www.drfernandovalerio.com.br/sindrome_intestino.htm
08/10/2009 12:01
De: ola
IP: 87.103.13.156

Re: Causa psicológica

ola ainda tenho duvidas em relação ao sindrome, em relaçao a gravidez com este sindrome nao se pode tomar medicação no 1º trimestre da gravidez certo??? entao nao existe mesmo nada que se posso tomar para reduzir as dores admominais e nao evacuar muito...ou seja nao a mesmo nada para diminuir o problema durante esta face.
obrigado
25/04/2011 08:47
De: Jorge Gabriel de Mello
IP: 187.90.20.143

Descontrole intestinal

Se eu tiver qualquer coisa pra fazer ou lugar para ir, tenho que ir ao baheiro (fezes), pelo menos duas vezes, e as vezes estou no meio da rua e a dor de barriga começa de novo, já nao sei o que fazer, só saio de casa à tarde ou à noite, pq no período da manhá nao dá.
Como resolver este incomodo?
Desde Já obrigado
Seu IP: 54.162.154.91 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)